Maratona BTT Cidade de Albergaria

27 de Abril - 2014

Banner

Os homens não se medem aos palmos, e os eventos de btt também não. A prova-lo, realizou-se no passado fim-de-semana a 3ª edição da Maratona de BTT da Giesteira, desta vez mais conhecida por BTT O Mágico devido aos fundos recolhidos reverterem para esta instituição de apoio social. E se este já não fosse um bom motivo para participar, outros houve que mostraram que apesar dos meios modestos mas muita vontade e simpatia se podem fazer grandes provas com uma logística inventiva mas eficaz.
Que dizer dos plásticos e madeira que foram os balneários com uma engenharia capaz de fazer inveja aos Maias ou Azetecas? Que dizer do almoço farto servido à mesa com uns bolinhos deliciosos para sobremesa de fazer inveja aos imperadores Romanos? – É certo que as beldades presentes não estavam tão despidas como aquelas que serviram Nero, mas compensavam em simpatia, e se desejássemos ver fogo também o havia nas churrasqueiras cá fora -; Que dizer das populações presentes aos longo do percurso sempre dispostas a um vibrante “vai campeão!” mesmo quando quem ali vai a pedalar nem um jogo de berlinde ganhou na vida? Que dizer da hipótese dos participantes chegarem ao fim da prova e debaterem em amena e tranquila cavaqueira acerca do melhor charco de lama que encontraram durante o percurso como se estivessem a falar da política portuguesa, esse outro charco de lama, onde se rebolam suínos velhos de mais para serem leitões à Bairrada?

O percurso em si, era divertido e rápido apesar das constantes mudanças de direcção e de altimetria que iam desgastando os mais incautos nestas lides que acharam que o risco posto nos kilómetros iniciais lhes daria pontos para alguma camisola das metas volantes. Enganaram-se, porque a única coisa que ganharam foi uma camisola salpicada pela cor da terra. As marcações eram bastantes e esclarecedoras e não faltou staff a sinalizar as entradas e passagens nas rodovias.

Eventos mais pequenos como este mostram que na comunidade BTT há espaço para todos, e para todos os gostos. Para os que preferem o circo humano e a ferocidade competitiva das provas grandes, e para os que preferem a competição e o divertimento duma forma mais descontraída nos eventos em que o objectivo não é apenas a quantidade mas essencialmente a qualidade, tendo em conta os meios à disposição.

Os nossos registos:

15º  PEDRO PINHEIRO - 01:53:58   
27º  TELMO NUNES MARQUES - 01:59:22   
54º  NUNO MIGUEL QUARESMA - 02:08:03
88º  DOMINGOS SANTIAGO - 02:19:38
162º NUNO JORGE OLIVEIRA ALMEIDA - 02:56:17       
169º RENATO SOARES - 03:01:52   
173º ANTONIO MORTAGUA SILVA - 03:05:27
N/T Constantino Henriques
N/T Hugo Soares

 

 

 

 

 

 

 

 

Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.