Maratona BTT Cidade de Albergaria

27 de Abril - 2014

Banner

Era grande a expectativa para esta 5ª edição da Maratona do Vale do Vouga, considerada como uma das melhores provas de BTT a nível nacional, e tendo como grande novidade este ano, a inclusão na TAÇA NACIONAL DE MARATONAS, organizada e promovida pela Federação Nacional de Ciclismo.


Desde o inicio que foi sempre mostrado um grande nível de qualidade e profissionalismo, desde a inscrição e devido pagamento ao levantamento dos dorsais, que foi feito com grande simpatia, rapidez e eficiência.


No dia D, à chegada ao que seria o ponto de partida e a respectiva meta, deparámo-nos com um aparato digno de um Tour. Toda uma avenida repleta de betetistas a perder de vista, cheios de vontade de pedalar a divertirem-se nos trilhos do Vouga…simplesmente impressionante.
Enquanto se esperava pela hora da partida, já se fazia sentir o que iria ser o “inimigo” maior nesta prova…o CALOR.


Devo dizer que as 9:30 não foram a melhor hora escolhida para a partida. Normalmente nestas provas, o arranque é dado às 9:00, o que neste caso teria sido a hora ideal dado o calor que se fazia prever.


As 9:30 chegaram, e lá arrancaram perto de 1400 participantes. Após as voltinhas da praxe na bela cidade de Águeda, entrámos logo na 1ª subida em alcatrão, onde permitia “espalhar” os atletas para evitar eventuais engarrafamentos…o que não se mostrou muito eficiente, pois o que mais houve foram engarrafamentos que nos obrigavam constantemente a desmontar da bike e fazer as subidas a pé…bem, era previsível dada a quantidade de gente a participar.


Entrando no 1º trilho, deparámo-nos com o “inimigo nº2”…o PÓ. Pó que criava uma cortina densa como nevoeiro, onde em determinadas alturas a visibilidade não ia além dos 3 a 4
metros. Era um tal de descer à confiança de olhos literalmente vendados e às apalpadelas. Os primeiros 20Kms foram sem dúvida os mais difíceis, não tanto pela quantidade de subidas de alguma dificuldade, mas pelo facto dos tais constantes engarrafamentos que se criavam ao início das subidas, obrigando a constantes gincanas para nos desviarmos de quem ia com a bike a pé, provocando um desgaste físico acentuado. Mas é mesmo assim quando se participa numa prova desta envergadura...


Os trilhos são simplesmente fantásticos, com descidas que davam um gozo enorme fazer, mas com cautela redobrada devido à grande quantidade de pedra solta e ao pó que limitava o campo de visão. Confesso que para mim a melhor parte é sem dúvida a zona do Alfusqueiro, com single tracks deliciosos e aquela vegetação verde e densa que nos abrigava do tórrido sol desse dia…sol esse que desde cedo começou a fazer mossas. Achei que a primeira zona de abastecimento foi demasiado longe dado o calor que se fazia sentir. Valeu-nos os habitantes locais com nos “regaram” literalmente (e que bem que sabia), e nos iam abastecendo o bidon com água fresca…um bem-haja para todos eles que para muitos foram autênticos salvadores.


Os Kms seguintes, bem mais rolantes, fizeram-se com algum sofrimento devido às temperaturas altas que se faziam sentir…mas sempre com a satisfação de estar a percorrer trilhos magníficos, bem marcados e com um excelente apoio da organização e dos agentes da autoridade, dando-nos a segurança necessária para atravessar as zonas de circulação automóvel.


Eis que se chega à última subida (feita com muito custo), em que se entrava nas portas da cidade e se acedia à respectiva meta…meta essa repleta de espectadores a incentivarem-nos, que foram uma constante durante a prova toda, para os últimos metros finais…


E assim foi…mais uma Maratona do Vale do Vouga concluída, cheio de satisfação e vontade de repetir para o ano que vem…esperemos é que para a próxima haja menos CALOR e PÓ, porque de resto, não há nada a apontar.

Ass. Paulo Vergas

 

Os nossos resultados:

40 Km's:

11º   1532 Bruno Costa     02:09:42
14º   1596 Pedro Pinheiro     02:12:08
29º   1233 Constantino Simões Henriques     02:19:49
67º   1181 Domingos José Batista Santiago     02:28:28
77º   1652 Telmo Nunes Faria Marques     02:30:36
140º  1005 Nuno Miguel do Carmo Quaresma     02:38:26
234º  1055 Tiago Santos     02:52:52
259º  1689 Renato Soares     02:57:35
302º  1021 João Cruz Ferreira     03:01:56
337º  1688 Hugo Rafael Soares     03:07:12
365º  1237 Carlos Pereira     03:09:33
407º  1459 Paulo Vergas     03:17:13
466º  1935 Marco António Ribau Ferreira     03:24:49
496º  1324 Nelmar Ribeiro     03:27:55
661º  2182 António Manuel Mortagua e Silva     03:49:00

 

O nosso agradecimento a todos os que disponibilizaram fotos na Internet, que nos ajudaram a enriquecer o nosso rescaldo.

Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.